domingo, 6 de novembro de 2011

Conexão México volta ao Brasil contando as bênçãos


Por Willy Rangel 04 de novembro de 2011


Os 66 integrantes da caravana missionária Conexão México já se encontram no Brasil. O grupo, que retornou na segunda-feira (31), agradece a Deus pelas muitas bênçãos e realizações durante a permanência na Colômbia e em Guadalajara, por ocasião dos Jogos Pan-Americanos.

Durante a viagem de volta, a caravana fez uma escala na Cidade do México, onde pode perceber a opressão do lugar, em que o dia dos mortos era celebrado com exposições em praça pública em frente a uma das maiores igrejas católicas da cidade.

Mesmo assim, o grupo agradeceu a Deus pela oportunidade de estar no México para falar de Cristo a pessoas que nunca tiveram a oportunidade de se sentirem verdadeiramente livres.

“Agradecemos a Deus pelas vidas alcançadas e que naquele dia não faziam mais festa aos mortos, mas celebravam uma nova vida em Jesus, o Autor da vida”, disse o coordenador geral do Conexão México, Pr. Marcos Grava.

Antes de seguir para Guadalajara, o grupo passou por um breve treinamento em Bogotá, onde alcançou mais de 100 vidas para Cristo. No México, a caravana se uniu à turma do Projeto Radical Latino-Americano, para servir os atletas com capelania na Vila do Pan e as comunidades locais com atividades evangelísticas.

Nos locais de competição, crianças foram atraídas com balões, pinturas no rosto e jogos de futebol, e foram apresentadas ao plano de salvação. O grupo também visitou escolas, presídios e o lixão de Guadalajara, onde foram usados por Deus para transmitir Sua Palavra.

Para o Pr. Marcos Grava, o Conexão México aconteceu pela graça e misericórdia de Deus. Ele disse que o projeto, apesar de ter acabado, não para por aqui, pois foi apenas uma etapa de muitas outras que virão.

Aos participantes, o Pr. Marcos Grava deixa a seguinte mensagem: “Com o coração transbordante de gratidão e amor nos despedimos, certos de que Deus nos unirá em oração muitas outras vezes, em muitas outras viagens, cumprindo o Ide de Jesus”.



Nenhum comentário: