sexta-feira, 9 de setembro de 2011

O Método para a Missão

Oswald Chambers

Jesus Cristo não disse: "Ide e salvai almas" (a salvação é obra sobrenatural de Deus), mas: "Ide, fazei discípulos de todas as nações"; e ninguém pode fazer discípulos a menos que ele mesmo já seja discípulo individualmente. Quando os discípulos voltaram de sua primeira missão, estavam cheios de alegria porque os demônios se submeteram a eles. Jesus lhes disse: "Não se alegrem no êxito obtido ao meu serviço; o grande segredo da alegria consiste apenas em vocês estarem correta e indivudualmente relacionados comigo", (Luas 10:17-20).
"Todo cristão ou é um missionário
ou é um impostor".
C.H. Spurgeon

A necessidade básica de todo missionário é que ele permaneça fiel ao chamamento de Deus e que possa ainda ter como seu único objetivo fazer discípulos exclusivos para Jesus. Até existe um anseio de ganhar almas que não vem de Deus, mas, é o desejo de conquistar pessoas para os nossos pontos de vista.

O desafio do missionário não será a dificuldade em levar as pessoas à salvação ou de recuperar as que estão afastadas de sua igreja, nem o problema dos corações endurecidos, mas, antes o relacionamento pessoal que tem com o próprio Senhor Jesus Cristo. "Credes que posso fazer isso?" Mateus 9:28.

O Senhor nos faz essa pergunta continuamente; temos que encará-la ao lidar com cada caso que achamos em nossos caminhos. Nosso grande desafio é: será que conheço nosso Senhor Jesus como ressuscitado? Conheço o poder do seu Espírito? Serei suficientemente sábio aos olhos de Deus e suficientemente tolo diante do resto do mundo para apostar apenas no que Jesus disse em exclusivo, ou estarei descendendo da posição sobrenatural, a única para a qual o missionário é chamado a ter em exclusivo, isto é, deter uma ilimitada confiança em Cristo Jesus?

Se eu adotar qualquer outro critério, estarei totalmente desviado do único estabelecido através do Senhor Jesus: "Toda a autoridade me foi dada... portanto, ide..." Mateus 28:18, 19.

29 de Julho de 2011 - Informativo 2007



Nenhum comentário: