segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Na Espanha, igreja investe 80% dos recursos em missões


Por Pastor Elton Rangel*
Estamos muito contentes com o que o Senhor está fazendo em nossa igreja! Observamos um aumento considerável na assistência aos cultos na Igreja Batista em Sevilha. O número de pessoas que estão dando os primeiros passos na vida cristã tem aumentado. Estamos impressionados com o que está acontecendo porque isso não é o normal na Europa, em especial na Espanha.
Nossa igreja já chegou a 330 membros, mas, com a organização em igrejas de duas congregações, no período de um ano, voltamos a 205 membros. Com os últimos batismos e as novas cartas de transferências, seguimos avançando. Estamos com 10 células familiares que, dentro de algum tempo, serão transformadas em congregações. Observamos que os crentes estão entusiasmados com a ideia e estão abrindo suas casas para estudos bíblicos. O ano de 2010 foi muito abençoado, pois tivemos o privilégio de realizar quatro cultos em que realizamos 25 batismos.
Entre junho de 2009 e junho de 2010 organizamos duas novas igrejas, uma com 64 membros e outra com 63, filhas da nossa igreja. Também dedicamos ao Senhor um novo local de cultos para outra de nossas congregações. Estamos experimentando um extraordinário crescimento em quatro das cinco congregações que temos. Uma delas, a que está numa cidade chamada Alcalá Del Río, é a que está com mais dificuldade para expandir-se, pela indiferença do povo às coisas do Senhor. A ênfase da nossa igreja é missões. Nos últimos três anos, do total geral das entradas financeiras da nossa igreja, 75% a 80% são dedicados à obra missionária. Isto envolve missões locais, regionais, nacionais e mundiais. Essa é a razão por que contamos hoje com 80 missionários apoiados pela igreja em 23 países. Enquanto os irmãos brasileiros cuidam do casal de nosso ministério em Sevilha, nós cuidamos de outras famílias aqui na Espanha e em outros países. Aleluia! Deus é mesmo assim – faz-nos unir forças para que, juntos, evangelizemos o mundo!
Quanto à Fundação Paixão e Compromisso, finalmente nosso sonho se está convertendo em realidade.  Estamos no último estágio de todo o longo processo de legalização, mas já estamos funcionando. Temos muitos outros projetos em andamento como, por exemplo, a criação de uma escola de música, idiomas, informática e futebol; a criação de duas pequenas empresas para dar trabalho aos membros que estão desempregados (limpeza e pequenos reparos na área da construção); estabelecer uma agenda para que os dentistas brasileiros possam vir ajudar-nos (já temos nosso consultório montado em Sevilha).
Através da Fundação já enviamos um veículo para Cabo Verde (para o pastor Emanuel Monteiro, obreiro da terra da JMM), algumas bicicletas para adultos e crianças, roupas, calçados, material informático etc. Para o Marrocos enviamos um consultório dentário e muitas outras coisas. O Senhor tem sido generoso para conosco, facilitando-nos os meios para ajudar a muita gente.
Por favor, sigam orando por nós, para que o Senhor nos dê sabedoria em tudo o que fazemos para Sua honra e glória.

Fonte: Jornal de Missões – Ano VII – No. 36 – Nov/Dez 2010



quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Uma história comovente

Num dia cinzento, de uma garoa fria e intermitente na grande Assunção, uma senhora de aparência frágil e desconfiada, trazendo no braço uma pequena criança, se aproximou da unidade do Programa de Educação Pré-Escolar (PEPE) da Igreja Batista La Hermosa, em Lambaré, e pediu para falar com a missionária Educadora.
_ Senhora, por favor, trago a minha filhinha Aramy. – A missionária observou a menina e notou algumas dificuldades e quis saber qual era o seu problema.
_ Aramy nasceu, praticamente, sem concluir a formação dos ossos; é só cartilagens. Tenho andado com ela todos os dias e vivo em função dela. – disse a mãe.
_ Mas, diga-me, em que podemos ajudar? – perguntou a missionária.
_ Aramy tem 5 anos, é assim pequenininha, mas  é muito inteligente. Tem um sonho de assistir aula em uma escola. Eu já tentei colocá-la em todas as escolas da região, mas ninguém quer recebê-la. Será que vocês podem deixá-la assistir as aulas do PEPE? Eu ouvi dizer que aqui tratam as crianças e as pessoas de maneira diferente. Que se preocupam com as pessoas. – O coração da missionária se “derreteu”.
_Vamos fazer o seguinte: a senhora virá todos os dias na próxima semana, e veremos como podemos ajudar. Está bem assim?
Os olhos daquela mãe se encheram de lágrimas; finalmente sua filha não seria mais excluída. Logo, Aramy começou a assistir às aulas e se mostrou muito inteligente, tornando-se líder dos coleguinhas. Em pouco tempo, seus “compañeritos” aprenderam a amá-la e conscientizaram-se de que Deus nos ama como somos.
Aramy se encantava ouvindo as histórias bíblicas e aprendeu os versículos, as letras, os números, a orar e confiar em Deus. Pela primeira vez, ela se sentiu parte de um grupo; se sentiu amada por outras crianças; se sentiu importante. A família de Aramy foi convidada para as reuniões da igreja e, logo, teve um encontro com Deus. Algum tempo depois, o pai de Aramy recebeu uma proposta para um melhor trabalho em uma cidade vizinha, com várias vantagens, mas não aceitou: “Não quero sair daqui, pois nos sentimos amados, respeitados e foi aqui que conhecemos o Senhor”, disse ele.
Amados irmãos, que benção é sentir como Deus trabalha, restaura as vidas das crianças e suas famílias! Deus continua escrevendo outras novas histórias lindas e nós agradecemos por sua participação, orações, palavra de ânimo e por sua oferta!

Pastor Carlos Alberto e Lídia da Silva – Missionários adotados pela IBB
Fonte: Boletim Informativo – 28 de Fevereiro de 2010 – Ano XXVI Edição 09
Igreja Batista Bacacheri - Curitiba-PR



terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Um novo telhado para igreja em Pranchita

“Nós pomos a nossa esperança em Deus, o Senhor; ele é a nossa ajuda e o nosso escudo. O nosso coração se alegra por causa do que o Senhor tem feito; nós confiamos nEle porque Ele é santo” Salmo 33:20,21

Ao querido parceiro!

A graça e a paz do Senhor Jesus Cristo!

Como família missionária, estamos à frente também do trabalho missionário em Pranchita e contamos com sua parceria nas orações e contribuições, pois temos como desafio evangelizar e discipular cada pessoa nesta cidade. O município de Pranchita tem aproximadamente 6.000 habitantes, fica a 42km de Planalto, faz divisa com Santo Antonio do Sudoeste e Argentina.

Pranchita tem uma congregação com 3 membros, depois de mais de um ano sem haver culto no templo, começamos a realizar em dezembro/09 cultos todos os sábados. No período da tarde temos à tarde alegre, hoje temos 1 estudo bíblico com duas adolescentes e à noite temos o culto evangelístico com uma média de 6 pessoas. Temos percebido depois de quase um ano semeando a Palavra (seja no culto de sábado, no programa de rádio de segunda a sexta ou nas atividades evangelísticas) temos conquistado amizades e abertura para o discipulado. Sempre no último sábado de cada mês levamos todos os irmãos da Frente Missionária em Planalto para o trabalho evangelístico.

A Congregação de Pranchita tem um templo próprio com um terreno bastante amplo, mas como ficou fechado por um período temos visto a necessidade em reformar principalmente o forro, temos que pintar por dentro e por fora, pois se não investirmos agora na reforma mais tarde teremos que refazer todo o telhado novamente. Com este grande desafio fizemos orçamentos e fica aproximadamente R$ 2.000,00 o custo do material necessário, a mão de obra vai contar com os irmãos e amigos aqui da frente missionária de Planalto. Solicitamos a ajuda do irmão(a) numa oferta para participar neste grande desafio em deixar o templo bem visto, agradável e cuidado.

Precisamos da ajuda dos irmãos para zelarmos pelo patrimônio, pois os desafios são grandes, mas com a parceria de cada um vencermos os desafios e conquistaremos a cidade de Pranchita para Cristo.

Dados para o envio da oferta
Banco Itaú – conta corrente: 59.807-3 – agência 3835 – PIB de Curitiba

Desde já agradecemos e rogamos as bênçãos de Deus sobre a vida dos irmãos.

Missionário Robson, Valdira e Vitória Oláh.
robsono1@hotmail.com






 
Robson e Valdira Oláh são missionários pela Junta de Missões Nacionais e pela Convenção Batista Paranaense, tendo como frente missionárias as congregações nas cidades de Planalto e Pranchita no Estado do Paraná.